O rolo compressor*

Foi uma taça fácil de vencer. Quem pensava que iria ver uma final muito disputada enganou-se redondamente, muito por culpa da qualidade do BENFICA e da autêntica falta de vontade dos adversários em jogarem à bola.
Tal como já tinha acontecido no jogo do campeonato, Jesus voltou a usar jogadores menos utilizados. Na altura jogaram Urreta e Luis Filipe, ontem jogaram Airton, Kardec, Rúben Amorim, Aimar e Carlos Martins (estes 2 acho que nunca tinham estado tanto tempo em campo ao mesmo tempo). Mesmo com estas mudanças os encarnados foram a única equipa a mostrar futebol e cedo resolveram a final.
Patéticos. Acho que é a palavra correcta para os jogadores do Porto. Cedo de percebeu que a única intenção era de provocar os jogadores do BENFICA, logo na 1ª falta do jogo (para aí aos 10 segundos) Rúben Micael parecia um cão raivoso. Durante os 90 minutos nada mudou, Raúl Meireles e principalmente Bruno Alves deveriam ter visto o cartão vermelho umas 2/3 vezes. Apesar disto os jogadores encarnados nunca cederam às provocações e até nisto venceram com facilidade. Pena que o árbitro (ele próprio um ex super dragão!) tenha deixado que o capitão do Porto pudesse distribuir porrada a torto e a direito!


POSITIVO
Destaques. Luisão (mas que grande jogo), David Luiz (se aquele golo tinha entrado), Rúben Amorim (merecia ter marcado o 3º golo), Carlos Martins (outra grande exibição). Mas quem eu quero mesmo destacar é o Airton, joga muito pouco e foi lançado a titular numa final e esteve simplesmente impecável.

 

NEGATIVO
Arruaceiros. Começaram nas áreas de serviço na auto estrada, continuaram à chegada a Faro e finalizaram mesmo dentro de campo. Será que é este Porto que os adeptos querem apoiar?
Jesualdo. Dizer que o jogo foi equilibrado é querer brincar com toda a gente que viu o jogo e principalmente com os adeptos do Porto. Ficava-lhe muito melhor admitir o que toda a gente viu. Talvez tenha optado por essa desculpa, pois desta vez não tinha a do túnel para utilizar!

de HenriCartoon

 


* título “roubado” das crónicos do Pedro Ribeiro no À Lei da Bola

rematado por Preto às 19:09 | rematar | favorito